O tempo Vida !

O tempo Vida !
Não se troca um amor velho por um amor novo.Banners original do blog

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

bengalim-do-japao-lonchura-striata. II







O único senão ao instinto familiar do Bengalim é sua conduta em viveiro. Alguns criadores afirmam que não é raro vários casais resolvem dormir num mesmo ninho. (devido a sua queda por viver em bandos), podendo escolher um onde já existem filhotes.Nesse caso, ainda que involuntariamente, podem acabar sufocando a ninhada ou quebrar os ovos. Para evitar isso, aconselha-se colocar dois ou três casais de Manon junto a outros casais de espécies diferentes, controlando assim sua população.
PARA QUEM QUER CRIARGaiola: Extremamente adaptável ao cativeiro, o begalim do Japão procria até em gaiolas pequenas (40 x30 x 30 cm). Basta então introduzir um ninho, que é uma caixa de madeira (cerca de 15 x 10 x 10 cm) com um furo na frente. Se a pessoa quiser, pode ajudar o feliz casal deixando à mão pedaços de 20 a 25cm de fibra de coco ou folhas de palmeira.

Alimentação:

O bengalim é um pássaro granívoro, por isso deve ser alimentado com uma mistura de sementes para pássaros exóticos, especialmente na época de reprodução. Para completar, um pote de grit e a choco que fornece cálcio e alguns sais minerais para esta ave.Cuidados essenciais: A água do bebedouro deve ser trocada diariamente, o Bengalim do Japão adora tomar banho.Pode-se colocar na gaiola uma pequena banheira (pode-se comprar uma banheira própria para as aves ou basta um pacote de plástico de manteiga bem lavado para que ele possa se divertir, tendo o cuidado de trocar igualmente essa água todos os dias. A água, também ajuda a manter a humidade necessária para que os ovos choquem. Só não é bom manter a banheira perto do ninho porque as crias podem cair e morrer afogados





Um casal constroe o ninho, a fêmea do Manon passa por um período de incubação que varia de 13 a 18 dias, ao final do qual chega a pôr até 8 ovos. Ela passa conta também com a participação do macho para chocar os ovos. Nascem os filhotes, convém reforçar a alimentação própria de aves exóticas que se adquire nas casas de animais ou especializadas.depois de 45 dias em média, os filhotes estão prontos para se alimentarem sozinhos e com isso devem ser separados dos pais, se não puder fazer isso , ofereça a alguém ou arranje outra gaiola. Não se esqueça que os Bengalins do Japão estão sempre a criar. Os criadores mais experientes mantêm uma média de 5 casais de bengalins para cada casal de exóticos (Diamante Gold, Diamante Sparrow, Bavette), aumentado a probabilidade de coincidência entre os períodos de reprodução de uma espécie e outra


http://avesmariosantos.blogspot.com/2011/07/bengalim-do-japao-lonchura-striata.html

Bengalim do Japão ( Lonchura striata I




Este pequena ave sendo o seu nome Lonchura striata, mais conhecido em Portugal como Begalim do japão, alguns criadores chamam-lhe "amas" , isto porque é um pássaro que além de chocar o ano inteiro, também cuida dos filhotes dos outros.Esta avezinha de aparência discreta, é um pássaro cooperante com quase todas as espécies exóticas .Sem ele muitas espécies praticamente não existiriam em cativeiro por uma razão muito especial: criam as crias, mas também pelos de outros pássaros da mesma família.
O Begalim do Japão cria sem o menor preconceito.Foram os dotes de "pai adotivo" e "mãe que lhe valeram a consideração dos criadores de todo o mundo. Afinal, é pai e mãe exactamente nos moldes de antigamente. Originário da Ásia, este pássaro é membro da família dos Estrildieos , ao contrário de muitas aves, surgiu graças à intervenção do homem. O Bengalim é resultado de uma seleção de criadores japoneses a partir da espécie silvestre Lonchura striata. A aproximadamente com 11cm de tamanho, ele habitava as regiões da Índia, China Meridional, Taiwan, sendo encontrado desde o Sul até Sumatra.Através da seleção, o Lonchura striata ganhou sua variedade doméstica, O bengalim do Japão ou Manon (Brasil) deriva de designação francesa, Moineau du Japon (Pardal do Japão), mas há quem o conheça também por Capuchino do Japão.
Na Inglaterra, o seu nome é Bengalese Finch:Seja qual for a denominação, é um passarinho com um ar humilde e com uma coloração discreta, que vai do preto ao branco, passando pelo castanho ao canela.As cores podem mesclar-se em formar um padrão uniforme ou absoluto; portanto, existem Begalins do Japão totalmente brancos, canela tricolores e com capuchinho.Os Bengalins do Japão cabe sempre mais um, num ninho dos Bengalins quase sempre há lugar para filhotes - seus e de outros : Diamante Gold, Diamante Sparrow e Babete. Por exemplo, são espécies que por uma razão ou outra acabam não se reproduzindo em cativeiro. é uma ave amigavel e comunicadora , na minha pouca experiência , reparo que há sempre um que me chama atenção para o que falta no seu espaço,É uma espécie maravilhosa porque se cria muito facilmente, temos uma colónia deles.O Bengalim pode procriar o ano inteiro, faz uma pausa apenas na época de muda das penas,



Distinção entre Sexos: (Dificil)O Bengalim do Japão ou Manon não apresenta dimorfismo sexual isto é (diferenças físicas entre macho e fêmea, só um criador experiente os sabe distinguir.Para os iniciantes como nós o ideal é deixar vários exemplares adultos ( com 4 ou 5 meses) juntos em uma gaiola comunitária. O primeiro que começar a cantar, emitindo um trinado curto - algo como tch-thc-tch ,o seu o seu canto é divertido, abrindo levemente as asas e eriçando as penas da garganta e peito, provavelmente é um macho e deve ser posto numa gaiola à parte. Para diferenciá-lo, pode-se usar uma anilha numa das patas ou identificá-lo pelas marcações coloridas que são tambem anilhas

http://avesmariosantos.blogspot.com/2011/07/bengalim-do-japao-lonchura-striata.html

Bengalim da India









Bengalim da India (Amandava amandava) Origem:



Sudeste asiático: China, Indonésia e Tailândia.
Identificação sexual: (fácil)
Depois de adultos, o que acontece aproximadamente ao ano de idade, o macho em época de criação, na primavera e no verão tem por todo o corpo a cor avermelhada muito mais intensiva que a fêmea






Características sociais:
É uma ave sociável com as todas as outras, excepto próximo do ninho com as da sua espécie.
Alojamento:
Adapta-se facilmente a um viveiro de grandes dimensões, assim como a viveiro médio de 2mX1mX50cm, tanto melhor se o chão for em terra húmida, ou a gaiola de interior de 40/50cm.
Alimentação:
É uma ave essencialmente granívora, mas, durante a criação é necessário ter normalmente bichos da farinha ou pequenos insectos á sua disposição.
Criação:
Criam bem, em grandes ou médios viveiros por norma 4 ou 5 filhos.
Existem em quantidade considerável e são fáceis de conseguir

Fonte:http://avesmariosantos.blogspot.com/

diamante-papagaio-erythrura-psittacea.




Em estado selvagem vive no arquipélago da Nova Caledónia. Em cativeiro, o diamante papagaio, no inverno, não deve ter temperaturas inferiores a 10ºC.O diamante papagaio adora banho, deve ter o maior números de dias banheira disponível..A criação desta espécie é relativamente fácil.O macho geralmente constrói o ninho. A fêmea põe em media 4 a 5 ovos, que eclodem após 13 a 14 diasDistribuição:Austrália.
DIMENSÕESAproximadamente 13 cm.
Distinção entre Sexos: (Fácil)O macho tem um vermelho muito vivo na cabeça, a fêmea tem o bico um pouco mais largo e o vermelho da cabeça menos vivo e menos extenso
ALIMENTAÇÃOA Alimentação desta ave deve ser composta por uma mistura de alpista, milho painço, milho-alvo branco, milho-alvo japonês; frutas (maça, cenoura, laranja, etc.), legumes (pepino, couves, alface, etc.); alimento vivo (bicho búfalo, bicho da farinha);



http://avesmariosantos.blogspot.com/2011/07/diamante-papagaio-erythrura-psittacea.html

domingo, 28 de agosto de 2011

Exóticos criação

Algumas das primeiras aves desta época:
Passo a Passo.


Primeiros mascarados



Um excelente reprodutor, e uma excelente foto



Casal de Diamante Bichenov


Macho Clássico x Femea Pastel



Já com 5 ovos quase a nascer a serem igualmente criados pelos próprios pais vamos ver como corre

http://www.c-aves.blogspot.com/

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...