O tempo Vida !

O tempo Vida !
Não se troca um amor velho por um amor novo.Banners original do blog

sexta-feira, 13 de maio de 2011

AVES


O Brasil é o terceiro país do mundo em variedade de aves. Há décadas várias espécies de aves vem sofrendo grandes impactos, ou seja pelo intenso tráfico de animais silvestres ou pelo intenso desmatamento de grandes florestas. A perda do hábitat é um dos grandes fatores pelas inúmeras espécies estarem desaparecendo.
Cada vez mais tem aumentado o número de aves nas cidades. Os programas de arborização urbana e pessoas tem plantado mais árvores em suas casas e ruas, isto é um grande atrativo para inúmeras espécies de aves que vem atrás de alimento, como frutas e sementes.

As Unidades de Conservação foram criadas para a conservação e preservação de ecossistemas, sendo que muitos deles abrigam inúmeras espécies, principalmente aves, sendo a maioria ameaçadas de extinção, como o papagaio de cara-roxa, o japim, a gralha-azul, o maçarico-rasteiro, o tucano-de-bico-verde, o flamingo, o macuco, a ararinha-azul, a maria-faceiraentre outras.



Como conservar e proteger as aves:

•Recusando-se a comprar e a comercializar animais silvestres
•Não mantendo animais em cativeiro
•Não matando e nem sacrificando-os
•Denunciando aqueles que assim o fazem ou persuadindo a que mudem de comportamento
•Não jogando detritos nos cursos d'água, rios, igarapés e nem desmatando as suas margens
•Evitando adquirir produtos poluentes, cujo refugo não seja biodegradável e preservando áreas verdes.
•Aprendendo e difundindo conhecimento entre os colegas, associando-se a uma associação ou entidade ambientalista
•Plante árvores e arbustos frutíferos
•Plante e mantenha em seu quintal ou sítio, plantas, arbustos e fruteiras que as aves possam utilizar para comida e abrigo (quanto maior a variedade de fruteiras, maiores serão as possibilidades de atrair uma variedade de pássaros visitantes)
•Algumas espécies de árvores frutíferas atraem muitos pássaros, como o mamoeiro, a goiabeira, a ingazeira, a acerola, o jambeiro, a mangueira entre outras. Não colete todas as frutas, deixe algumas para as aves e insetos. Muitos pássaros incluem em sua dieta alimentar estes insetos que são atraídos pelas frutas maduras.
Redação Ambientebrasil

fonte: www.ambientes.ambientebrasil.com.br


http://animalfriend1.blogspot.com/2009/10/dia-da-ave.html

terça-feira, 10 de maio de 2011

PINQUINS



O pinguim é uma ave, não voadora, característica do hemisfério sul. Apesar da maior diversidade se encontrar na Antárctica e regiões polares, há também espécies que vivem nos trópicos como por exemplo nas Ilhas Galápagos.
Os pinguins alimentam-se de pequenos peixes, Krill entre outros animais marinhos.Chegam a nadar com uma velocidade de 40 km/h e passam a maior parte do tempo na água.
Ao contrário do que muita gente pensa, o corpo dos pinguins é revestido de penas e não de pêlos. A morfologia dos pinguins reflecte várias adaptações à vida no meio aquático: o corpo é fusiforme, as asas atrofiadas desempenham a função de barbatanas e as penas são impermeabilizadas através da secreção de óleos.
O Pinguim-Imperador é a maior ave da família Spheniscidae dos pinguins. Os adultos podem medir até 1,10 metros de altura e pesar até 30 kg. Os machos desta espécie são um dos poucos animais que passam o inverno na Antártida. Este caracteriza-se pela plumagem multicolorida: cinza-azulado nas costas, branco no abdômen, preto na cabeça e barbatanas. Esta espécie apresenta também uma faixa alaranjada em torno dos ouvidos. Sua alimentação baseia-se em pequenos peixes, krill e lulas, que pescam em profundidades de até 250 metros. O pinguim-imperador pode ficar submerso por cerca de vinte minutos sem respirar. Os predadores naturais desta espécie incluem a orca, foca-leopardo e tubarões.
O padrão reprodutivo é bastante característico. As fêmeas põem um único ovo em maio/junho, no final do outono, que abandonam imediatamente para passar o inverno no mar. O ovo é incubado pelo macho durante cerca de 65 dias, que correspondem ao inverno antártico. Para superar temperaturas de -40 ºC e ventos de 200 km/h, os machos amontoam-se e passam a maior parte do tempo dormindo para poupar energia. Eles nunca abandonam o ovo, que morreria de frio, e sobrevivem à base da camada de gordura acumulada durante o verão. A fêmea substitui o macho apenas quando regressa no princípio da primavera.


http://oitavoc.wetpaint.com/page/S%C3%ADlvia+Pires_20+%3D)

domingo, 8 de maio de 2011

Falcão Peregrino Belas Imagens




Uma das mais belas aves existente no planeta, o falcão peregrino é uma ave bem típica da família dos falcões, com ases pontiagudas e de uma aerodinâmica compacta. Nessa espécia há o que é chamado de dismorfismo sexual, com as fêmeas sendo maiores do que os machos.
A penugem é toda revestida de um cinzento com tons de azul e suas asas possuem as tradicionais nuances de branco e escuro, quanto à cabeça temos um tom cinza escuro com um característico nicho de penas escuras e queixo todo alvo.


Habitat

Uma população coesa, unida e como o próprio nome já diz “peregrina”. A espécie do Falcão peregrino está espalhada por todos os cantos do planeta, com uma exceção à Antártida onde pelo frio cáustico o Falcão não teria condições de sobreviver, estimando-se que a maior concentração esteja no continente europeu, com algo em torno de dez mil casais reprodutivos. Os animais que vivem mais ao norte do planeta tendem a se movimentar para o sul, buscando fuga ao rigoroso inverno, fazendo percursos superiores à 14 mil quilômetros. Em terras brasileiras os falcões que aqui estão não saem por nada devido ao clima agradável e a grande biodiversidade encontrada. A casa deste belo animal geralmente fica nos vales de rios e em formações montanhosas, raramente encontrado no ambiente urbano.


Perigo à espécie

Um animal esperto e veloz como esse é bastante sensível às perturbações externas e isso é por vezes uma fraqueza, pois quando procuram zonas para fazer a reprodução que o homem predomina ou tem um maior contato, os falcões simplesmente abandonam o ninho, impedindo assim a conclusão do processo reprodutivo.
Outro fator que declinou um pouco à densidade demográfica do falcão foram as constantes utilizações de pesticidas à base de organocloro, o famoso DDT, que foi responsável pela baixa ocorrida entre os anos 50 e 60, mas que, com sua proibição de uso, fez renovar e reequilibrar a taxa de natalidade e a povoação dos falcões, uma vez que o conteúdo das descargas do pesticida enfraquecia a casca dos ovos no ninho, provocando sua prematura quebra e fatalizando os filhotes.

Alimentação

Se o falcão fosse gente, podíamos considerar que fossem canibais, dada a sua alimentação baseada em aves, ou seja, seres da mesma espécie. Como exímio caçador, o falcão não tem uma predileção por algum tipo de ave, e geralmente costuma caçar o que estiver dentro de seu raio de caça, aumentando desse jeito o leque de espécies de que se alimenta.
O impressionante é que o foco de ataque do falcão não se restringe a tamanho. São registrados caças de espécies pequenas como o chapim até ataques a animais mais fortes e maiores do que ele, como os gansos. Em nossas terras podemos seguramente dizer que os flamingos, as garças, seriemas e grandes aves como as emas e o avestruz podem ficar tranquilas quando verem um falcão em caça.







http://animais.culturamix.com/informacoes/aves/falcao-peregrino

Araras Azuis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...